Métricas e indicadores da saúde: saiba como utilizar na gestão

O que não é visto não é mensurado. Assim, para que uma empresa atinja seus objetivos, ela precisa utilizar métricas e indicadores que se adequem ao seu segmento e às suas metas. A criação de KPIs (Key Performance Indicators), os indicadores-chave de um negócio, deve ser realizada de forma consciente e, de preferência, por especialistas, para que as empresas mensurem o que realmente importa.

Na área da saúde, não poderia ser diferente. As empresas do segmento precisam, não apenas criar, mas acompanhar de perto, com frequência, os seus KPIs, e assim alinhá-los ao planejamento estratégico da corporação. É dessa forma que essas empresas conseguem conquistar seu espaço no mercado, crescer e ficar à frente de seus concorrentes. 

Diferença entre métricas e indicadores

As métricas são dados brutos, representados por números, e que revelam o desempenho dos processos. São medidas que avaliam tendências, comportamentos e outras variáveis. Elas são a base para formar os indicadores.

Já os indicadores são calculados a partir das métricas, durante um certo período, e avaliam o desempenho da empresa. São informações estratégicas que auxiliarão a analisar tendências para a tomada de decisões em prol da melhoria contínua e do crescimento da empresa.

Um exemplo de métrica financeira, por exemplo, são as despesas, ou seja, um número bruto. Já um indicador seria o lucro durante um determinado período, utilizando para isso um cálculo entre duas métricas: faturamento menos despesas.

Métricas e indicadores na área da saúde

Como já abordamos, cada empresa precisa definir seus indicadores chave de desempenho, alinhados ao seu planejamento estratégico, metas e objetivos. Esse planejamento precisa ser revisto de tempos em tempos e os KPIs podem ser renovados. Vale lembrar que uma empresa, seja ela do segmento que for, está em constante mudança, a depender do cenário político e econômico no qual ela está inserida, além de sua visão, missão e objetivos.

Na área hospitalar, por exemplo, alguns dos indicadores mais utilizados são:

Duração média da estadia

Indica qual é o tempo médio que cada paciente permanece no hospital.

Taxa de infecção

Mostra quantas e quais são as infecções mais comuns adquiridas no ambiente hospitalar.

Taxa de readmissão

Indica quantos pacientes precisam ser reinternados ou precisaram fazer um novo procedimento após terem recebido alta.

Satisfação do paciente

Mostra o nível de satisfação dos usuários com relação aos serviços recebidos na instituição.

Conheça também alguns dos principais indicadores da gestão da qualidade

Vantagens do uso de métricas e indicadores

Obter informações valiosas

Ao determinar um planejamento de métricas e indicadores, obtém-se informações valiosas sobre a organização, e pode-se assim obter também insights sobre o negócio, novas e inovadoras ideias.

Medir variáveis e efeitos de estratégias

Transformar dados em informações faz com que se possa avaliar os resultados da companhia e elaborar medidas para melhorá-los.

Comparar dados

Com métricas e indicadores, é possível comparar dados da empresa e pensar sobre suas causas.

Tomar decisões

Por fim, as métricas e indicadores são a base para que se tome decisões mais assertivas em todos os processos da organização.

O uso da tecnologia para acompanhar métricas e indicadores

Utilizar um ERP é uma maneira muito eficaz de se coletar dados de forma sistemática e padronizada, permitindo comparativos internos e externos, para uma maior assertividade nas decisões. Dessa forma, o planejamento estratégico se torna mais assertivo, produz-se melhorias nos processos operacionais e extingue-se gargalos que possam existir. 

Portanto, criar e acompanhar métricas e indicadores é fundamental em organizações do segmento da saúde. Essa metodologia garante que o planejamento estratégico esteja sendo alcançado, ou mesmo que se mude esse planejamento. Quando gestores e líderes conhecem a empresa de forma profunda, sabe para onde ela está indo e para onde deveria ir, avaliando os próximos passos com maior clareza.

Quer conhecer mais sobre o ERP da Visto Sistemas e como ele pode auxiliá-lo em suas métricas e indicadores? Agende uma demonstração conosco!

Outros posts que você também pode gostar...