Como ter mais transparência e controle na importação de produtos?

A importação de produtos é essencial para o funcionamento de muitas empresas, que precisam principalmente de matérias-primas vindas de fora do país para conseguir produzir. E esse é um processo um tanto burocrático, que leva em conta diversas etapas. Para que todas essas etapas sejam cumpridas dentro dos prazos, com transparência e segurança, é preciso ter um acompanhamento rigoroso de todos os procedimentos. Ao longo deste texto, vamos abordar essas etapas e como realizar esse controle. Confira!

Etapas da importação de produtos

Antes de uma empresa iniciar seus processos de importação, existem alguns procedimentos que ela precisará realizar, os quais pontuamos a seguir:

Legalização do negócio

Para iniciar a importação de produtos, as empresas precisam estar devidamente legalizadas e com todas as condições previstas em lei para realizar esse processo. Além de estar com o CNPJ regular, é necessário que o objeto social esteja enquadrado na atividade de importação.

Obtenção do registro no Siscomex

O Siscomex é o Sistema Integrado de Comércio Exterior, uma plataforma da Receita Federal com todas as informações sobre operações de importação. É preciso acessar o sistema e gerar o registro de importação. Vale lembrar que é no Siscomex que é gerada a DI – Declaração de Importação -, o Registro de Operações Financeiras – ROF – e o Licenciamento Não Automático de Importação (LI).

Obtenção do registro do importador

A empresa que deseja importar precisa ser cadastrada no REI – Registro de Exportadores e Importadores – da Secretaria de Comércio Exterior. Essa inscrição ocorre de forma automática na primeira operação realizada no Siscomex.

Definição da NCM

Também é preciso definir a Nomenclatura Comum do Mercosul (NCM), que traz as características e a natureza dos produtos importados, sendo fundamental para que todas as normas de importação sejam seguidas, como acordos internacionais e tributação, por exemplo.

Despacho aduaneiro

Essa é a etapa pela qual a mercadoria é liberada, iniciada após a emissão da DI  na plataforma do Siscomex. A DI contém todas as informações principais da transação, como transporte, carga, pagamento, importador, fornecedor, valor aduaneiro, tributos, câmbio, etc. As mercadorias importadas têm um prazo máximo para despacho, sendo de 90 dias para as que estiverem em recintos alfandegados e 45 dias para mercadorias retiradas para zonas secundárias.

Como realizar o controle da importação de produtos

Após a realização de todos os processos citados no tópico anterior, chega a hora de acompanhar as mercadorias, de forma transparente e segura. ERPs que contam com módulos de importação auxiliam muito nessa etapa, como é o caso do ERP da Visto Sistemas. Seu módulo de comércio exterior atua com a gestão da importação de produtos, por meio das seguintes funcionalidades:

Controle de toda a cadeia logística de importação

O sistema acompanha toda a logística da importação de produtos, desde a realização do pedido até o transporte e a programação de retirada dos contêineres, com informações de data e horário de retirada no porto, além da placa do veículo e motorista que irá realizar a coleta.

Registro ágil de informações

O sistema permite que o registro das informações referentes à importação seja realizado de modo rápido e ágil. A recuperação dessas informações também é feita de maneira simples.

Gestão da documentação

Todos os documentos legais necessários ao processo de importação de produtos são gerenciados pelo módulo de comércio exterior, que realiza inclusive o gerenciamento da LI.

Entenda aqui a importância de uma boa gestão de documentos em sua empresa

Workflow de acompanhamento

Todas as etapas da importação podem ser acompanhadas em tempo real, por meio de um workflow, que inclusive aponta de quem é a responsabilidade daquela ação no momento. O fechamento do câmbio também pode ser visualizado no workflow.

Saiba como fazer a gestão da importação de produtos da saúde

O módulo de comércio exterior pode ser customizado, de acordo com as necessidades de cada cliente, e está sempre atualizado com as mudanças constantes na legislação. Quer conhecer mais sobre nosso ERP? Solicite-nos uma demonstração!

Outros posts que você também pode gostar...