Etapas da implantação do ERP: quais são e como ter sucesso em cada uma

Você quer implantar um ERP em sua empresa, mas tem receio das mudanças que ele pode trazer e do impacto em seus funcionários? Pois saiba que um bom fornecedor realiza as etapas da implantação do ERP de forma a minimizar esses impactos, fazendo com que essa transição ocorra naturalmente. Nesse processo, os colaboradores da empresa acabam se conscientizando de que essa mudança virá para melhorar e aprimorar as suas atividades. 

Hoje em dia, inclusive, não possuir um bom ERP para automatizar os processos da sua empresa é um grande erro. Empresas de todos os portes necessitam de um bom sistema de gestão, para conseguir manter-se no mercado e driblar a concorrência. Afinal, o ERP traz produtividade à sua empresa. E, se o seu concorrente tem mais produtividade, você está perdendo.

Leia aqui sobre Os 4 principais impactos da implantação de um ERP na cultura organizacional 

Apresentamos neste post todas as etapas da implantação do ERP, para que você se familiarize ao processo e tome a melhor decisão para a sua empresa. Confira!

Etapas da implantação do ERP 

Pré-implantação

Definição de demandas

Antes de mais nada, é preciso definir quais são as necessidades de sua empresa. Para isso, é necessário realizar uma análise de todos os processos e operações da companhia e levantar as demandas que precisam ser supridas por um sistema de gestão. É de grande auxílio levantar dados como quais são as atividades realizadas por cada profissional de cada departamento, quantos usuários usarão o sistema, se será necessário expandir esse número em breve, entre outros. 

Pesquisa de fornecedores

Escolher um bom fornecedor é uma das etapas da implantação do ERP mais importantes. É preciso conversar com outros empresários que já tenham seus ERPs instalados e fazer um benchmarking. Além disso, pesquisar quais as tecnologias cada fornecedor usa, se seu sistema pode ser integrado, como é o suporte dessa empresa, etc.

Implantação

Aqui vamos pontuar uma diferença. A implantação é o processo de instalar o ERP, e a implementação é realmente colocá-lo em uso. Portanto, implantar e implementar um ERP são processos diferentes. No processo de implantação, as etapas são as seguintes:

Elaboração do projeto

O projeto do ERP será realizado junto ao fornecedor. Em parceria, vocês irão pontuar todos os procedimentos que o ERP deverá realizar. Existem ERPs fechados, sem possibilidade de customização, e esses não são ideais, já que você pode adquirir mais ou menos funcionalidades do que precisa. Encontre um fornecedor que possa customizar um ERP exatamente de acordo com suas demandas. Outro quesito que deve ser levado em consideração é o tipo de ERP que você vai precisar, como, por exemplo, on premisse, que será instalado localmente com os recursos da empresa, ou na nuvem, pelo qual você paga uma assinatura e seus dados ficam em um servidor na nuvem.

Aquisição da infraestrutura

Essa é outra das etapas de implantação do ERP que será feita junto ao seu fornecedor, que indicará todo o material necessário para concluir o projeto, como servidores de aplicação, servidores de banco de dados, sistema de segurança e outros equipamentos.

Capacitação dos usuários

Outra etapa a ser realizada junto ao fornecedor, a capacitação dos usuários precisa ser executada de modo a fazê-los entender os benefícios do novo sistema. É muito comum que os colaboradores tenham resistência a mudanças e, por isso, uma capacitação bem realizada é fundamental para afastar todos os medos e inseguranças dos colaboradores. Garanta que seu fornecedor realize um bom treinamento. 

Implementação

Agora sim, o sistema está em uso! Na implementação, algumas etapas se fazem necessárias:

Captura de feedback

Entenda o que os seus colaboradores estão achando da sua nova ferramenta de gestão. Identifique possíveis desafios e pense em formas de transpô-los. Ouça sempre os usuários, afinal o ERP é o seu sistema de apoio cotidiano.

Treinamentos contínuos

Você realizou a capacitação inicial, certo? No entanto, alguns aspectos do novo ERP podem ser mais desafiadores que outros. Portanto, é necessário identificá-los e realizar treinamentos sempre que surgirem dificuldades.

Relacionamento com o suporte

Mantenha sempre um bom relacionamento com o suporte de seu ERP. Você provavelmente entrará muitas vezes em contato com ele daqui para frente. Por isso também, a escolha do fornecedor (que pontuamos na pré-implantação) é extremamente importante. 

Pronto! Agora que você conhece todas as principais etapas da implantação do ERP, sabe que, com um projeto bem elaborado, essa transição será feita de forma suave e sem problemas. Se quiser uma demonstração do que podemos fazer por sua empresa, entre em contato conosco!

Outros posts que você também pode gostar...