Controle patrimonial: Guia para gerar crédito de PIS, COFINS e ICMS

Mais que um procedimento burocrático, o controle patrimonial é extremamente importante para o desenvolvimento de uma empresa. Além de manter todos os processos contábeis de acordo com as leis e gerar relatórios  dentro das normas internacionais, o controle patrimonial também pode gerar créditos de impostos para as empresas. Abaixo, vamos abordar um pouco mais sobre o tema.

A partir do controle patrimonial é possível que uma empresa consiga reduzir seus custos e racionalizar as operações, de maneira a oferecer produtos e serviços mais competitivos.

O que é controle patrimonial 

O controle patrimonial, ou gestão patrimonial, é o gerenciamento de todo o patrimônio de uma empresa, sendo responsável pelo controle, manutenção e conservação de todos os bens de consumo (que são adquiridos para serem consumidos em um determinado período) e permanentes (que são adquiridos para serem duráveis). Assim, o controle patrimonial identifica os bens permanentes pertencentes a uma empresa, determinando especificamente cada item e seu estado de conservação. Esses bens são constituídos de:

  • Ativos tangíveis, ou seja, que possuem existência física, como máquinas, equipamentos, móveis, utensílios, terrenos, instalações, etc. A maioria desses bens sofre depreciação, ou seja, perde valor em função do uso.
  • Ativos intangíveis, que não possuem existência física, tais como softwares, marcas, direitos autorais, etc, que sofrem amortização.

Sem um bom controle patrimonial, não há como mensurar a situação atual da empresa e nem saber o que fazer para que essa organização cresça de maneira sustentável. Outra dificuldade é no pagamento de impostos, já que cálculos incorretos levam a valores reais incorretos e pagamento de impostos que não correspondem a eles. 

Outra questão é a constante mudança nas leis, que também podem gerar pagamentos incorretos e impactar nas finanças da empresa.

Benefícios do controle patrimonial

Transparência

A transparência trazida pelo controle patrimonial é um de seus maiores benefícios, já que as leis serão seguidas de forma correta, evitando que a empresa sofra multas e pague seus impostos incorretamente. 

Créditos em impostos

Ao realizar um controle patrimonial, as empresas podem se creditar de PIS, COFINS e ICMS.

Deduções fiscais

Com uma gestão adequada do patrimônio, a empresa pode obter algumas deduções fiscais.

Gestão dos bens

Com uma gestão ideal dos bens, é possível mensurar perdas por roubos, por exemplos, e declarar investimentos na manutenção desses ativos imobilizados.

Valorização dos bens

Um bom controle patrimonial faz com que a gestão seja capaz de mensurar corretamente o valor de cada bem que possui, auxiliando na venda desses bens e também na captação de investidores. 

Como realizar um controle patrimonial

Para um controle patrimonial eficaz é preciso:

Definir normas e procedimentos

É preciso estabelecer padrões para as atividades relacionadas aos ativos, como registro, manutenção, baixas e transferências.

Estabelecer fluxogramas

Os fluxogramas tornam essas normas e procedimentos mais didáticos e facilita a rotina dos profissionais.

Adotar técnicas de mapeamento de ativos

Mapeando os ativos fica muito mais fácil gerenciá-los.

Implantar um sistema informatizado

Softwares que apresentam módulos de controle patrimonial facilitam a gestão dos ativos da empresa, automatizando muitos dos processos relacionados a ele. 

Controle patrimonial no ERP da Visto Sistemas

O ERP da Visto Sistemas possui um módulo de controle de ativos imobilizados, que realiza a gestão dos bens da empresa, a identificação unitária e baixa de ativos e o controle de depreciação, por meio das seguintes funcionalidades.

  • Cadastro de bens de forma automatizada
  • Auditoria de todos os documentos fiscais relacionados ao bem
  • Cálculo de desembolso e aquisição
  • Controle de localização física e departamentos
  • Controle de fornecedores/clientes em posse do bem
  • Controle de garantias e apólice de seguros
  • Bens construídos
  • Cálculo de depreciação pela Receita Federal e IFRS
  • Histórico das depreciações
  • Cálculo dos créditos de Pis/Cofins por depreciação ou aquisição
  • Integração com Apuração do Pis/Cofins e Sped contribuições 
  • Cálculo de Crédito de Ciap
  • Apuração do CIAP integrada com apuração de Icms e Sped fiscal ( Bloco G)
  • Auditoria de Bens com direito a Crédito de Pis/Cofins
  • Baixa de bem automática
  • Controle de histórico de baixa
  • Rastreamento de alterações de informações sobre os bens
  • Integração com o módulo contábil

Para mais informações, solicite-nos uma demonostração!

Outros posts que você também pode gostar...