Como calcular o custo de treinamento e como reduzi-lo?

Você sempre ouviu falar que determinadas atividades dentro de uma empresa não são custos, mas sim investimentos, certo? E que os treinamentos são uma dessas atividades, não é mesmo? Pois saiba que sim, treinamentos são investimentos, mas também são custos, já que para realizá-los, você precisa disponibilizar recursos – dinheiro, pessoal, tempo, espaço, etc. Por isso, é preciso calcular o custo de treinamento e medir o seu ROI.

Explicamos melhor. O ROI é o chamado Return Over Investment, ou Retorno de Investimento, em bom português. Essa métrica irá demonstrar se o treinamento gerou um resultado positivo para a empresa ou não. É um cálculo simples de se fazer, mas, para um resultado preciso, é necessário inserir os dados de forma correta. 

Assim, ROI = (Retorno obtido – Investimento inicial) ÷ Investimento inicial.

Como descobrir e calcular o custo de treinamento?

Portanto, para se calcular o ROI é preciso saber exatamente qual foi o seu investimento inicial em um determinado treinamento, ou uma série de treinamentos com o mesmo objetivo. Para isso, você precisa somar os valores:

  • Do espaço utilizado, caso você precise alugar um espaço
  • Da alimentação, caso seja necessária durante o evento
  • Dos materiais, caso você precise alugar projetores e outros equipamentos
  • Dos profissionais, caso você contrate pessoal terceirizado
  • Do tempo tomado de trabalho das pessoas a serem treinadas
  • Do volume produção “perdido” durante esse tempo

E como calcular os benefícios trazidos pelo treinamento?

O cálculo dos benefícios, ou seja, do retorno obtido pelo treinamento, conforme a fórmula do ROI, é um pouco mais complicado, já que você precisará comparar índices e transformá-los em valores. Tudo irá depender dos objetivos do seu treinamento (ou conjunto de treinamentos). Abaixo, exemplos de índices que podem ser utilizados para o cálculo dos benefícios de treinamentos:

  • Índice de acidentes, ou seja, quanto diminuíram os acidentes após o treinamento
  • Economia de insumos, após um treinamento sobre otimização de recursos
  • Economia com impressão de documentos, após um treinamento sobre gestão eletrônica de documentos
  • Aumento da produtividade, após um treinamento com esse fim
  • Melhoria do clima organizacional

Entre muitos outros…

Finalmente, como reduzir custos de treinamento?

Por mais que todos os treinamentos tenham como objetivo a melhoria de processos, para que se conquiste um bom ROI, é preciso trabalhar na redução de custos de treinamento. Algumas dicas gerais são:

Opte por treinamentos online

Ao se calcular o custo de treinamento, a questão do espaço e, muitas vezes, do deslocamento de colaboradores, traz grandes custos. Existem, no entanto, muitas ferramentas online para auxiliar na realização de treinamentos, como webconferências, videoaulas, transmissões ao vivo, entre outras. Pesquise e entenda se uma delas cabe para o seu objetivo.

Invista em talentos internos

Caso o treinamento possa ser realizado por um colaborador da sua empresa, dê preferência a ele. Só contrate terceiros se for realmente necessário. Talentos internos inclusive estão mais habituados à cultura organizacional de sua empresa e conseguem repassar informações de forma mais efetiva. 

Realize parcerias

Tenha sempre parcerias fortes, inclusive para reduzir custos com treinamentos. Você pode realizar permutas com esses parceiros, treinamentos coletivos, e assim dividir custos, entre outras sociedades possíveis.

Invista em bons sistemas de gestão

Bons sistemas de gestão automatizam procedimentos e assim reduzem ou até mesmo dispensam custos com treinamentos. Isso porque esses sistemas já estão alinhados aos objetivos da empresa e, uma vez que os usuários saibam utilizá-los de forma correta, não necessitam ser treinados sobre essas ações, ou precisam de menos treinamento para atingirem os objetivos propostos pela empresa.

Como o VIGIX pode auxiliar nessa redução de custos

Você já entendeu como calcular o custo de treinamento e já recebeu algumas dicas de como reduzir esses custos. Agora, vamos para uma parte mais prática: como o VIGIX, sistema de gestão da qualidade, da Visto Sistemas pode auxiliá-lo ainda mais na redução desses custos.

O VIGIX é um sistema de apoio à Gestão da Qualidade, ou seja, ele está relacionado ao aumento da produtividade, à otimização de recursos, à melhoria da qualidade dos produtos, entre muitos outros quesitos, inclusive à obtenção de certificações da qualidade, como a ISO 9001.

Conheça aqui outras certificações da qualidade!

O VIGIX também operacionaliza treinamentos, oferecendo conteúdos pela sua plataforma e possibilitando que os usuários os realizem quando necessário.  Além disso, a automatização da gestão do SAC, encaminhando reclamações diretamente para as áreas correspondentes, diminui muito a necessidade de treinamento especializado nesse setor, e assim, os custos com esse processo.

Quer conhecer mais sobre o VIGIX? Entre em contato para solicitar uma demonstração!

Outros posts que você também pode gostar...